RADIO NOVO TEMPO

sexta-feira, 18 de abril de 2014

LIÇÃO 4: ESTA É A MINHA HISTÓRIA!

VERSO BÍBLICO: "Tivesse ele procurado en­trarem discussão com seus opo­nentes, e ter-se-iam recusado teimosamente a ouvir suas pa­lavras; mas o relato de sua expe­riência foi acompanhado de um convincente poder que naquele momento pareceu abrandar e subjugar-lhes o coração." Atos dos Apóstolos, p. 409.
FLASH: '"Saulo, irmão, recebe novamente a vista.' Nessa mesma hora, recobrei a vista e olhei para ele. Então, ele disse: 'O Deus de nossos pais, de antemão, te escolheu para conheceres a Sua vontade, veres o Justo e ouvires uma voz da Sua própria boca, porque terás de ser Sua testemunha diante de todos os homens, das coisas que tens visto e ouvido. E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dEle.'" Atos 22.13-16, VARA.


ESTUDANDO A HISTÓRIA: "Obtida a permissão, Paulo, em pé na esca­da, fez com a mão sinal ao povo. Fez-se grande silêncio, e ele falou em língua hebraica, dizendo: 'Irmãos e pais, ouvi, agora, a minha defesa peran­te vós.' Quando ouviram que lhes falava em língua he­braica, guardaram ainda rnaior silêncio. E continuou: 'Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícía, mas criei-me nesta cidade e aqui fui instruído aos pés de Gamalie, se­gundo a exatidão da lei de nossos antepassados, sendo zeloso para com Deus, assim corno todos vós o sois no dia de hoje. Persegui este Caminho até à morte, prenden­do e metendo em cárceres homens e mulheres, de que são testemunhas o sumo sacerdote e todos os anciãos. Destes, recebi cartas para os irmãos; e ia para Damasco, no propósito de trazer manietados para Jerusalém os que também lá estivessem, para serem punidos. Ora, aconte­ceu que, indo de caminho e já perto de Damasco, quase ao meio-dia, repentinamente, grande luz do céu brilhou ao redor de mim. Então, caí por terra, ouvindo uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que Me persegues? Per­guntei: quem és Tu, Senhor? Ao que me respondeu: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues.
'Os que estavam comigo viram a luz, sem, contudo, perceberem o sentido da voz de quem falava comigo. Então, perguntei: que farei, Senhor? E o Senhor me disse: Levanta-te, entra em Damasco, pois ali te dirão acerca de tudo o que te é ordenado fazer. Tendo ficado cego por causa do fulgor daquela luz, guiado pela mão dos que estavam comigo, cheguei a Damasco.
'Um homem, chamado Ananias, piedoso conforme a lei, tendo bom testemunho de todos os judeus que ali moravam, veio procurar-me e, pondo-se junto a mim, disse; Saulo, irmão, recebe novamente a vista. Nessa mesma hora, recobrei a vista e olhei para ele. Então, ele disse: O Deus de nossos pais, de antemão, te escolheu para conheceres a Sua vontade, veres o Justo e ouvires uma voz da Sua própria boca, porque terás de ser Sua testemunha diante de todos os homens, das coisas que tens visto e ouvido. E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dEle!" Atos 21-.40-22:16.


VOCÊ SABIA?: Citando Nomes. Quando Pau­lo falou aos judeus que estavam juntos em Jerusalém, eles acre­ditaram que sua missão gentílica traía a fé judaica. Paulo conhecia o preconceito deles e mencionou um nome que soou como uma bomba - o nome do seu professor. O apelido de Gamaliel era "a glória da lei". Paulo citou esse nome para construir sua credibilidade entre uma multidão hostil.

sábado, 12 de abril de 2014

LIÇÃO 3: A VISÃO DE DEUS SOBRE O HOMOSSEXUALISMO!

VERSO BÍBLICO: "Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter no­vamente a um jugo de escravidão." Gaiatas 5:1.
FLASH: "Paulo pleiteava com os que haviam uma vez conhecido na vida o poder de Deus para voltarem a seu primeiro amor da verdade do evangelho. Com irrespon­díveis argumentos expunha perante eles seu privilégio em se tornarem homens e mulheres livres em Cristo, por cuja gra­ça expiatória todos os que fazem com­pleta entrega são vestidos com o manto de Sua justiça. A posição que Ele tomou é que cada pessoa que deseja ser salva precisa ter uma experiência genuína e pessoal nas coisas de Deus." - Atos dos Apóstolos, p. 388.


ESTUDANDO A HISTÓRIA: "Por isso Deus os entregou à impureza se­xual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém, Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres tro­caram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também aban­donaram as relações naturais com as mulheres e se infla­maram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
"Além do mais, visto que desprezaram o conhecimen­to de Deus, Ele os entregou a uma disposição mental re­provável, para praticarem o que não deviam. Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalida­des, engano e malícia. São bisbilhoteiros, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a seus pais; são insensatos, desleais, sem amor pela família, implacáveis. Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas tam­bém aprovam aqueles que as praticam."
"Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus, [...]
"Como agora fomos justificados por Seu sangue, mui to mais ainda, por meio dele, seremos salvos da ira de Deus! Se quando éramos inimigos de Deus fomos recon­ciliados com Ele mediante a morte de Seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por Sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, median­te quem recebemos agora a reconciliação."
"Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Por­tanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. [.. .J Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liber­dade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor. Toda a Lei se re­sume num só mandamento: 'Ame o seu próximo corno a si mesmo'. Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente," Romanos l :24-32; Romanos 5:1-2,9-11; Gaiatas 5:1,13-15.


VOCÊ SABIA?: O livro unChristian [Não cris­tão] revela o maior estudo sobre esse assunto que mostra como jovens com idade entre 16 a 29 anos exibem um menor grau de crítica para com o cristianismo do que as gerações anteriores quando tinham a mesma idade. Considere o seguinte relatório:
Não cristãos e cristãos explica­ram que além de seu reconheci­mento de que cristãos se opõem ao homossexualismo, eles acreditam que cristãos mostram excessivo desprezo e atitudes não amáveis para com gays e lésbicas. Uma das mais frequentes críticas feitas pelos jovens cristãos foi que eles acredi­tam que a igreja fez da homosse­xualidade um "pecado maior" que qualquer outro. Além disso, eles alegam que a igreja não os tem ajudado a aplicar os ensinamentos bíblicos sobre homossexualidade aos seus amigos gays e lésbicas.

sábado, 5 de abril de 2014

LIÇÃO 2: MAIS QUE UM TRABALHO!

VERSO BÍBLICO: "Pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desvia­ram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos." 1 Timóteo 6:10.

FLASH: "O indolente se priva da valiosa ex­periência obtida pelo fiel cumprimento dos deveres comuns da vida. Não são poucos, mas milhares os seres humanos que vivem apenas para consumir os be­nefícios que Deus em Sua misericórdia derrama sobre eles. Esquecem de dar ao Senhor ofertas de gratidão pelas rique­zas que Ele lhes confiou. Esquecem que por negociar sabiamente com os talen­tos a eles emprestados, devem ser pro­dutores tanto quanto consumidores. Se compreendessem a obra que o Senhor quer que eles façam como Sua -mão ajudadora, não fugiriam à responsabilida­de." -Atos dos Apóstolos, p. 353.



ESTUDANDO A HISTÓRIA: "Nem comemos coisa alguma à custa de nin­guém. Ao contrário, trabalhamos arduamente e com fadiga, dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vocês, não porque não tivéssemos tal direito, mas para que nos tornássemos um modelo para ser imitado por vo­cês. Quando ainda estávamos com vocês, nós lhes ordena­mos isto: Se alguém não quiser trabalhar, também não coma.
Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não tra­balham, mas andam se intrometendo na vida alheia. A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus Cristo que trabalhem tranquilamente e comam o seu próprio pão."
"Pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos.
Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e bus­que a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa con­fissão na presença de muitas testemunhas. Diante de Deus, que a tudo dá vida, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos fez a boa confissão, eu lhe recomendo: Guarde este mandamento imaculado e irrepreensível, até a manifesta­ção de nosso Senhor Jesus Cristo, a qual Deus fará se cum­prir no seu devido tempo. Ele é o bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que é imortal e habita em luz inacessível, a quem ninguém viu nem pode ver. A Ele sejam honra e poder para sempre. Amém.
Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos pro­ve ricamente, para a nossa satisfação. Ordene-lhes que pratiquem o bem, sejam ricos em boas obras, generosos e prontos a repartir. Dessa forma, eles acumularão um te­souro para si mesmos, um firme fundamento para a era que há de vir, e assim alcançarão a verdadeira vida." 2Tes-salonicenses 3:8-12; 1 Timóteo 6:10-19.


VOCÊ SABIA?: Em média, um trabalhador americano mudará sua carrei­ra três a cinco vezes durante a vida. John Krumboltz, professor da Universidade de Stanford, descreve um fenômeno chama­do "ocupacionísmo" em que ele compara sexo, idade e etnia. é quando pessoas tratarão alguém de uma forma particular com base em seu título em vez de se basearem em quão bem ele de­sempenha seu trabalho ou até em como é seu caráter. Muitas pessoas podem se considerar fracassadas perto de outras com trabalhos de mais prestígio. Essa forma particular de discrimina­ção com frequência impede que as pessoas lutem por uma car­reira que elas realmente apre­ciariam por causa da reputação do trabalho.